Do Rio Douro ao Lago Niassa - Confidências de um Pescador/Marinheiro

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Atenuante da aplicação que seria aplicada ao Páscoa, pela pronta revelação.

Analisado e concluído o processo , e segundo decisão do Comandate Tintinaine após a apresentação do proceso apresentado pelo Navegante do Douro: - Sai  também ilibado o Eduardo. Sendo que começamos pelo primeiro  citado no artigo anteriror, que seria condenado a duas viagens a Metangula/Lago Niassa e uma ao Cobué.
Amigo Compadri Eduardo fui castigado e alguém  e a vontade de vingança pelas minha parte seria terrivel e alguém teria d sofrer as consequências de ter de aber ao pormenos a conversa que foi desenvolvidos e os temas etc.etc. Teria de se lhe aplicar um castigo exemplar a ser publicado na ordem do dia do Comandante.
Tive a felicidade de sentar-se junto de mim um maravilhoso casal de Alentejanos de Évora, fomos obrigados a falar da Capela dos Ossos, da Praça do Geraldo e do Alqueva. como se isso não basta-se Atã nã era que o Compadri é Pescador!!!
Falamos do tipo de Isco usado num e noutro local,  o que pescamos e as espécies, ttais como o Achegá, os Percas Lúcios dos Capatões, etc- etc.
Vejam o meu Castigo: Entrado no Barcadoura, sou obrigado a falar e trocar outras esperiências de que e em que locais? experiências, .
 Ainda na primeira, trocamos anedotas.
Tive de contar experiências, convivências e cânticos em grupo de marinheiros quando em conjunto: no Neves ou no Henrique se cantava alentejano.
Pergunto-te Eduardo e aos outros amigos:sem mais delongas.
Terá sido justo este castigo para quem pretendia dar continuidade a numa viagem de sonho e que adora os amigos alentejanos e tudo a que a eles se relaciona.
Mas como um azar nunca vem só!!! 
Não é que me estava reservada a mesa nº2 na proa do navio e logo ao lado, na mesma mesa de um casal de Emigrantes no Luxemburgo que são Pais de um Filho que é Engenheiro e está a trabalhar em Luanda Angola.
Ainda a juntar o casal  frequenta a praia de Mira,  onde eu na Marinha e no tempo den férias, lá assavamos a batata na Areia e o Bacalhau com outros Marinheiro em convívio de Familias....
Que o Casal frequenta a Figueira da foz  e que conhece bem a terra do Páscoa.
Amigos vejam só o castigo quando o marido da senhora pouco falava, tal como a minha esposa e eu juntamente tal como a senhora falavamos pelos Cotovelos.
Muito sinceramente se voltar a fazer outra viagem neste ou noutro rio, se me quizerem castigar.
Façam-no: mas aplicando de novo a mesma penitência.
Por vezes as coisas boas vem ter connosco. se acaso vierem a ler este artigo acreditem companheiros de viagem fui imensamente feliz, num e noutro caso/convívio.
Continuem e muitos parabéns.
Já tenho muitas saudades das vossas companhias.
Para o Eduardo e Páscoa permitam que vos dedique esta pare da viagem com todo a amizade e admiração que nutro por vós.
Tos os nossos Rios são lindos quando temos um coração enorme, para os saber amar e compreender
Obrigado meu Rio..
Gratos por serem meus amigos

3 comentários:

António Querido disse...

Ora aqui tens o Páscoa, que chega sempre antes do Natal, e como também sou um Querido, quero antes de mais agradecer-te pelo teu trabalho em tribunal, convencendo o Juiz a aplicar-me a pena que eu mais desejava, o mundo é pequeno e lá tiveste um diálogo com meus conterrâneos e também com compadris, o que não sabia é que eles conseguem falar da pesca, atão aquilo não é só chaparros?
É uma brincadeira para o nosso compadri Eduardo!
Conta com a nossa companhia, com o pelotão, com comandantes, todos venceremos a guerra, luta com força, companheiro!

edumanes disse...

O compadri Eduardo aqui está.
Para tuas palavras agradecer
Sempre muito contente ficará
Porque os não pode esquecer.
Falaram pelos cotovelos
Próprio do verdadeiro compadri
Os amigos sempre gosto de vê-los
Sem esquecer a comadri
Atrás de um chaparro escondido
Para as lindas moças ver
O António Páscoa foi contigo
Para as vacas no Cobué abater
Agora estamos com saudades
Das raparigas em Metangula ver
A qualquer hora eram lindas
Gostei de o Lago Niassa conhecer
Agora vou terminar
Já não sei mais o que dizer
Se continuar
Só vou para ao amanhecer.

Abraços deste amigo
Com amizade por hoje me despeço
Na luta estou contigo
Da nossa amizade não me aborreço

Eduardo.

Anónimo disse...

Se há alguém que terá de ser condenado é o Comandante Tintinaine que se tornou cumplice ao ter conhecimento das razões do castigo.
São castigos Salutares e que nos refrescam a memória e nos dão vitaminas das mais fortificantes.
Por amor a Metangula/Niassa que tano nos identifica e une.
Obrigado Moçamique.